Uma casa de recuerdos

[ Fotos: Juliana Rocha, Texto: Mariana Ferrari ]

Desta vez a nossa coluna INDOOR pediu licença e invadiu o apartamento – com ares de casa – da Ana Paula Jacob, designer de joias da Monica Pondé e estilista da Guag. A Ana é daquelas pessoas solares, com jeito de globetrotter, e isso fica ainda mais na cara depois de conhecer o apê dela, no Jardim Oceânico, numa Barra que mais parece Zona Sul.

É ali que há três anos ela e o marido, César, vivem em harmonia com móveis e objetos garimpados em vários cantos do Rio e do mundo. Os dois foram responsáveis pela reforma – ela é arquiteta e ele, engenheiro – e pela decoração do lugar, que havia herdado dos antigos donos uma influência meio anos 80, nada a ver com o estilo atual. Olha que coisa linda esse teto de bambu!

Pra ajudar na construção de um ambiente mais do que encantador, Ana se inspirou em livros de decoração, especialmente os de arquitetura mediterrânea, e na sua viagem para o Marrocos. Vêm de lá as luminárias, as garrafas, o painel da sala e as cubas de cerâmica dos banheiros – essas, aliás, não saíram da mochila que a Ana levava durante a viagem em nenhum momento: todo o cuidado era pouco na hora de mantê-las intactas até a volta pro Rio. Os artesanatos da região de Tiradentes e de tribos africanas e brasileiras também fazem parte dos recuerdos de viagens trazidos pela Ana. Algumas fotos clicadas por ela decoram a parede que leva ao… canto preferido da casa! – sem dúvidas, o seu escritório, cheio de caixas, cestas, almofadas e livros coloridos. Na foto, ela e a amiga Vivi decidem os últimos detalhes do lançamento da coleção “translúcido” da Guag, com lançamento no sábado. A gente aproveitou pra fazer uns cliques da arara e conferir de pertinho as invenções de moda que vão ser apresentadas no dia 3!

A cozinha americana, com azulejos garimpados no Centro da cidade, também é um dos espaços queridinhos de Ana, já que ela ama cozinhar pra família e pros amigos. Dia desses você pode ser convidado pra jantar camarão tailandês ou pernil de carneiro (receita tirada do livro Revolução na cozinha, de Jamie Oliver). E como a Ana mora pertinho de um hortifruti, suco natural e fresco de frutas como tangerina tem sempre espaço na geladeira – ó ela aí servindo uns copinhos pra gente!

Quando a Ana quer buscar inspiração, é no quarto de cima – criado para ser de visitas – que ela encontra a paz para ver filmes, escutar música, ler (atualmente, “Conversas com Almodóvar”, seu diretor favorito) e relaxar. É no terraço que rolam festinhas entre amigos e churrasco durante o verão!

A gente também entrou na onda do The Burning House e quis saber o que a Ana salvaria caso a casa estivesse pegando fogo (toc, toc, toc – isola!). Os eleitos foram: o colar da tribo Mapuche, do Chile; um prato de Veneza; uma máquina de costura comprada na Feira do Lavradio; a sandália de um desfile da Totem; o filme “Frida”; uma bolsona da Farm inspirada na Tailândia; pulseiras variadas; um colar do Xingu e um livro sobre o lugar, e as garrafas garimpadas no Marrocos…ufa!, a bolsa ia ficar pesada, hein?!

Publicado em http://rioetc.com.br/livros/38837/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s