Os encantos de Florença

Seguindo a trip pela Itália, pegamos um trem de Roma para Florença. Era domingo de Páscoa, e a cidade estava bem mais lotada do que imaginávamos. O percurso de táxi da estação até nosso apartamento alugado pelo Airbnb durou um pouco mais do que o normal, pois o caminho estava desviado devido aos eventos do feriado. Mas tudo bem, a cidade é pequena e o trânsito flui bem mesmo assim.

Se você ama flores, plantas nas janelas, pontes antigas, cantos interessantes e ruas tranquilas para fotografar, se prepare, porque Florença é cheia delas. A Ponte Vecchio (na primeira foto deste post) é a mais antiga da cidade, era um importante ponto de comércio quando foi construída e até hoje tem diversas lojas vendendo joias e ouro.

A Duomo de lá é a maior igreja que já vi. Bem bonita, toda em mármore. Uma surpresa que surge do nada enquanto você caminha pelas ruazinhas… e mesmo não sendo católico, você vai se impressionar. Por dentro também é interessante.

IMG_2105

Para ver arte sacra, clássica e do Renascimento, visite a Galeria degli Uffizi – onde se vê quadros como O nascimento da Vênus de Botticelli – e a L’Accademia – onde fica o maravilhoso David, de Michelangelo.

IMG_1862

A melhor parte para mim é falar de restaurante e comida. O Yellow Bar conquistou meu coração com seu risoto de camarão e essa sobremesa com frutas e um creme tipo chantilly (não é Pana cotta). As massas e o vinho da casa também eram muito bons. Nas duas vezes que fui rolava uma fila de espera, mas como é grande, costuma ir rápido. O atendimento em ambas as vezes também deixou a desejar, não por falta de simpatia, mas porque o staff parecia pequeno pro tamanho do local.

IMG_2242

O Café Amblé foi uma boa surpresa. Vi no Instagram do blog “Grazie a te” e resolvi ir na penúltima noite por lá.

ali, do outro lado

bola_outrolado

E se apenas uma porta separasse você de um lugar diferente (e incrível)? Foi esse o mote do anúncio da rede francesa de trem SNCF, que espalhou por Paris portas com nomes de cidades como Milão, Genebra, Estugarda, Barcelona e Bruxelas.outro_lado
O curioso que se atrevesse a botar a mão na maçaneta e descobrir o que tinha por trás se surpreendia com um telão transmitindo, ao vivo, a tal cidade descrita na porta. E a partir daí rolavam interações super divertidas: alguns pudiam ‘fazer’ um passeio de bike, outros ‘ganharam’ uma caricatura própria. Tudo isso, pra empresa lembrar aos parisienses que “A Europa é logo ali”. E, na verdade, seja onde for, viva o prazer de viajar e conhecer novas culturas, né?

Post pro adoro!