entrevista: the summer hunter

bola_summerhunter

Adoro tudo que é solar, alegre, divertido, inspirador e livre. Por isso vai curtir com a gente essa novidade: The Summer Hunter, site onde o conteúdo mostra que, seja onde for, a vibe do verão dura o ano inteiro. Conversei com Ricardo Moreno, idealizador do projeto, e Mariana Caldas, editora, dois apaixonados pela estação mais quente (em todos os sentidos) do ano. Vem saber:

summerhunter_1

Como surgiu a ideia de lançar o site?

Ricardo: Depois de um ano sabático, em 2013. Eu estava com três dos meus melhor amigos passando uma temporada em uma ilha na Sardenha chamada San Pietro. Foram os dias mais lindos, alegres e reconfortantes da minha vida. Com amigos queridos, praias lindas, comida fresca e muito amor. Quando parti, pensei: preciso fazer disso a minha vida e inspirar e estimular as outras pessoas a sentirem o mesmo. Ali, me dei conta de que eu só era feliz debaixo do sol. E resolvi que queria ter um estilo de vida ‘summer hunting’.

E o que espera com ele?

Ricardo: Inspirar pessoas e marcas a espalhar uma mensagem positiva. Mais do que um site de notícias sobre o verão, queremos ser a marca que mais entende de verão no mundo. E queremos estar em todas as partes: parcerias de produtos com outras marcas que compartilhem nossos valores, festivais de música, pop-up hotel em diferentes lugares, guias de viagem focados na estação… O site é só a pontinha do iceberg 😉

summerhunter_2

Quantas pessoas estão envolvidas no projeto?

Ricardo: Somos um grupo bem enxuto. A Mariana Caldas, que além de editora do site é fotógrafa e responsável pelos lindos ensaios de fotos. Temos dois colunistas, o Sergio Roveri, que é um dramaturgo premiadíssimo, dono de um texto irretocável. Ele tem uma coluna que só fala mal do verão – é o nosso contraponto. Também temos de colunista a Carolina Reymúndez, uma jornalista argentina que está sempre na estrada descobrindo novidades para nós (e, claro, para outros veículos da américa latina e europa). E também alguns colaboradores ao redor do mundo: cerca de 5 ou 6. Em maio o novo site entrará no ar, aí sim teremos muitas outras novidades. Mal podemos esperar para que chegue maio.

summerhunter_4

Dá pro público colaborar de alguma forma?

Ricardo: No Instagram (@thesummerhunter) vocês podem usar a hastag #thesummerhunter toda vez que postarem uma foto linda, solar, não necessariamente na beira do mar. 😉

Por que o verão é a estação favorita de tanta gente?

Ricardo: O verão é a mais esperada, alegre, sexy e inspiradora estação do ano. É no verão que a gente conhece pessoas novas, descobrimos novas músicas, nos divertimos mais e cuidamos mais do nosso corpo É no verão que a gente procura e encontra novas maneiras de aproveitar a vida e viver um novo amor. É no verão que a gente acha novas maneiras de ser feliz.

summerhunter_3

Qual a lembrança mais inesquecível do verão pra vocês?

Ricardo: a primeira lembrança que tenho é tomando banho de esguicho e comendo (e me lambuzando) de Chicabon com minha família na praia.

Mariana: uma viagem pra Chapada Diamantina que fiz ano passado. Mas tenho muitas memórias lindas dos verões da minha infância, era muito gostoso passar as férias jogada na casa de praia do meu avô em Cabo Frio ou então mergulhando e vivendo altas aventuras com meu pai no Rio ou em Búzios. Muito amor.

summerhunter_5

O que vocês mais adoram no verão do Rio e de SP?

Ricardo: A Mari é do Rio mas mora em São Paulo. Vive na ponte aérea ou viajando pro litoral de SP. Ela é uma verdadeira summer hunter. Eu sou de Curitiba, quem sabe até por isso o sol sempre foi muito importante para mim, já que ele mal dá as caras por lá. Verão no Rio, para mim, por incrível que pareça, nem é estar na areia: é andar de bici no finzinho do dia e ou ver os primeiros raios de sol na Lagoa; é tomar suco e andar sem pressa pelo Leblon; é curtir a noite de chinelo e copo de cerveja na mão no Baixo Gávea; ou ir de carro para uma praia mais distante e longe da muvuca. E ficar lá, lagarteando até cansar.

summerhunter_7

Qual os próximos destinos hypados pro próximo verão no Brasil e no mundo?

Ricardo e Mariana: A gente anda bem obcecado com a América Central. Nicarágua, na minha opinião, vai ser o grande destino. Há novos hoteis, como o Tribal e o Maderas Village, e uma cultura de luxo sem ostentação, de consumo consciente, que a gente compartilha muito. Fora isso, as pequenas ilhas dos mares Tirreno e Baleares são destinos certos. E ainda gasta-se muito pouco pra comer e dormir bem lá.

Se apaixonou pela ideia também? Dá play nesse vídeo-manifesto superinspirador e vem visitar o site (não esquece o protetor solar, hein? haha).

No paraíso: Fernando de Noronha – parte 3

Chegou a hora de falar das praias do Mar de Dentro, ou seja, o mar que fica entre Noronha e o nosso continente.

IMG_1009

As águas por ali são calmas e claras a maior parte do tempo, mas de Dezembro a Março ficam mais agitadas com a entrada do swell (explicação aqui). De qualquer maneira, as praias não deixam de ser lindas e se você só puder ir pra Ilha nessa época não precisa ficar triste. E se você surfa, pode ficar bem feliz.

DCIM122GOPRO

Nos dois primeiros dias da viagem as águas ainda estavam bem calmas, então curtimos um pouco dessa Noronha mais ‘plácida’ – a palavra não me sai da cabeça desde que fiz essa foto.

IMG_0075Sancho:

Foi a primeira que visitamos no Ilha Tour, e uma das que mais amamos. Não à toa, ela é considerada uma das praias mais lindas do Brasil. Merece super o título! Foi lá do Mirante, antes de chegar na areia, que tivemos essa vista clássica de Noronha (e caiu a ficha de que eu estava mesmo no paraíso):

IMG_0083No Sancho entramos na água com snorkel e logo vimos muitos peixes… tiramos algumas fotos com a Go Pro e também nos deparamos com uma tartaruga super fofa!

IMG_0001_6Cacimba do Padre:

Essa tem o privilégio de ter o Morro Dois Irmãos no seu canto esquerdo, e um mirante de frente pra eles, que leva pra Baía dos Porscos, e foi onde fiz essa foto. A praia me pareceu uma das maiores, e o mar já tava mais bravo – e cheio de surfistas – quando fui, mas não afetou em nada o clima delicioso. Depois de uma certa hora, as pedras do lado esquerdo formam uma sombrinha na areia, bom pra deitar e descansar um pouco do sol.

IMG_0033_4Americano:

Essa fica do lado da Praia do Boldró, que eu não cheguei a pisar, só ver de cima no Ilha Tour. Pra chegar lá é preciso fazer uma trilha pequena e rápida, tranquila. Tava deserta quando chegamos, só com esse mega coração desenhado na areia, achei romântico, hehe.

IMG_0045Cachorro:

O primeiro mergulho na Ilha foi na Praia do Cachorro, a praia ‘urbana’ mais próxima pra quem vem da Vila dos Remédios (centrinho de lá), ou seja, é fácil de chegar à pé pra gente ver o pôr do sol.

IMG_0029Demos aquele tchibum rápido porque o martava agitadinho e sentamos no bar na areia pra tomar a tão esperada caipirinha. E o barman não nos decepcionou, a danada tava ótima e ainda vinha nesse copo fluo todo style hahaha.

IMG_0051_4

Conceição:

Uma amiga definiu bem: essa é o Posto 9 de lá. Tem gente jogando altinha, fazendo slackline, jogando futvolei… mas tava vazia, então continuava uma delícia – sem nenhuma possibilidade de arrastão, hehe. O Bar do Meio dá de cara pra ela, e tem um serviço atencioso, comida ótima e caipirinha também, ver o sol se pôr dali é obrigatório.

IMG_0075_2

Do Meio:

Não tinha levado fé nessa praia, mas que engano. Chegamos lá pelos últimos dias e amei! É mais fechadinha que as outras, por isso não tava tão agitada quando entrou o swell. Tem pedras no cantinho  e fica entre a Do Cachorro e Da Conceição.

Bom, é isso. Pra qualquer praia que você vá, capriche no protetor solar, leve água, snorkel e se der, pé de pato! Aí é só aproveitar, e muito!

Imagens do feriado

Nada como ficar 4 dias seguidos de pernas pro ar 🙂

1. Gatinha filhote que chamei de Gisele – ela tem alma de modelo, saía linda em todas as fotos!

2. Sábado finalmente fez sol e deu pra curtir a piscina!

3. Mar na Praia do Canto, em Búzios.

4. Matias e o gato chamado Kitty, o mais carente de carinho na face da Terra!

Hoje tem mais folga, mas São Pedro não colaborou. Tudo bem, o jeito vai ser ir no cinema – também amo!

Beijos =**

Água, areia e sal


Um dos meus lugares preferidos é a praia, com certeza. Olhar o mar, pegar sol, e principalmente BOIAR (sim, ehehehe)… eu amo tudo isso! Gostei de descobrir a série de fotos ‘À la plage, à la piscine”, de Gray Malin. Ele clicou praias (e piscinas) de vários lugares do mundo vistas de cima.

Nosso Rio não podia ficar de fora, né?, e eu logo lembrei do Custódio Coimbra, fotógrafo-craque d’O Globo, que também já fez cliques assim.

Verão em Ipanema, por Custódio Coimbra.

As fotos são uma verdadeira celebração de cores, formas e texturas! E já que estamos falando de mar… amo essa frase: